Quase 70% dos portadores de tuberculose em Sergipe são do sexo masculino

Mortalidade

A mortalidade por tuberculose ainda apresenta números alarmantes. Em 2014, no mundo, um milhão de mortes foram atribuídas à doença e no Brasil, esse número foi de cerca de 4.400. Em Sergipe, entre 2007 e 2016, foram registrados no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) 407 óbitos pela doença, com um coeficiente de mortalidade apresentando um leve aumento, principalmente nos casos registrados no sexo masculino.

“Apesar de Sergipe apresentar coeficientes de incidência e de mortalidade menores do que Brasil tem sido observado uma tendência à elevação, ao contrário do que é visto no país. Isso pode estar associado às altas taxas de abandono, que favorecem a manutenção do ciclo de transmissão, havendo necessidade de implementação de ações que favoreçam a adesão ao tratamento, como a utilização do Tratamento Diretamente Observado, principalmente nos municípios com maior carga”, esclarece o infectologista.

Confira no link o boletim completo: Boletim.Epidemiológico Ano III Nº2__PANORAMA DA TUBERCULOSE EM SERGIPE 2007 – 2016

ONDE ESTAMOS

Travessa Baltazar Gois.

Edf. Estado de Sergipe, 19°andar, s/n°.

Centro Aracaju/SE

CEP: 49.010-460

(79) 3226-8362/8363

Fale Conosco: nest.ses@saude.se.gov.br

nucleo.nest@gmail.com

Site : http://observatorio.se.gov.br/saude/
Facebook : https://www.facebook.com/nestses/
Twitter : https://twitter.com/NestSes

 

 

Temos 9 visitantes e Nenhum membro online

Boletim de Notícias

Cadastre-se para receber nossas novidades.