8 de outubro de 2021

Custo da construção civil em Sergipe tem alta de 1,1%, a maior do Nordeste


📍 Em Sergipe, o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) registrou inflação de 1,1% em setembro, 0,3 pontos percentuais (p.p) a menos em relação ao mês anterior, quando registrou 1,4%. Com esse resultado, o indicador acumula 17,1% no ano e 24,7% em 12 meses. Os dados foram divulgados hoje (08) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e analisados pelo Observatório de Sergipe.

📍 Custo é o segundo mais barato do país

O custo da construção fechou o mês em R$ 1.311,77 por metro quadrado, o segundo mais barato do país. Os materiais registraram aumento de 2,0% e passaram a custar R$ 847,28 por metro quadrado. Já o custo da mão de obra caiu 0,4%, passando a custar R$ 464,49 por metro quadrado.

🇧🇷 Cenário Nacional

O Índice da Construção Civil do país apresentou inflação de 0,9% em setembro. Em agosto, registrou 1,0%. No acumulado do ano ficou em 15,6%; e, nos últimos 12 meses, 22,1%. Já o custo nacional da construção, por metro quadrado, passou de R$ 1.463,11 para R$ 1475,96, sendo R$ 877,35 relativos aos materiais e R$ 598,61 à mão de obra.

Com relação às unidades da federação, todas apresentaram inflação. Goiás e Amazonas registram a maior variação (3,1%, ambas), seguido por Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Acre (1,8%, as três) e Pará (1,7%). Os menores índices foram observados em Rondônia, Minas Gerais, Maranhão (0,2%, as três), seguido por Rio Grande do Norte, Ceará e Espirito Santo (0,3%, as três).

Fonte: IBGE – SINAPI. Elaboração: Observatório de Sergipe.

Publicação completa: Radar da Construção Civil – Setembro/2021

Pular para o conteúdo