9 de fevereiro de 2024

Em janeiro, custo da construção civil de Sergipe registrou a maior variação dentre os estados


Fonte: Observatório de Sergipe | Estudos e Pesquisas | Secretaria Especial de Planejamento, Orçamento e Inovação (Seplan) | Governo de Sergipe.

Em Sergipe, o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) foi de 0,81% no mês de janeiro, com uma alta de 0,30 ponto percentual (p.p) em relação ao mês anterior, quando apresentou o índice de 0,51%. A variação dos últimos 12 meses foi de 3,89%.

📍 Custo dos materiais e da mão de obra aumentaram

O custo da construção fechou o mês em R$ 1.542,08 por metro quadrado, o mais barato do país. Os materiais registraram um aumento de 0,15% e passaram a custar R$ 941,18 por metro quadrado. O custo da mão de obra também registrou um aumento de 1,87% em relação ao mês anterior e passaram a custa R$ 600,90 por metro quadrado.

🇧🇷 Cenário Nacional

O Índice da Construção Civil do país apresentou inflação de 0,19% em janeiro, representando uma queda de 0,07 p.p. em relação ao mês anterior (0,26%). Já o custo nacional da construção, por metro quadrado, passou de R$ 1.722,19 para R$ 1.725,52, sendo R$ 1.003,26 relativos aos materiais e R$ 722,26 à mão de obra.

Com relação às unidades da federação, as maiores variações positivas foram registradas em Sergipe (0,81%), seguidas por Amazonas (0,79%) e Ceará (0,76%). Piauí registrou estabilidade (0,0%). Já as maiores variações negativas foram obtidas por Rio de Janeiro e Santa Catarina (-0,07%), São Paulo (-0,06), Espírito Santo e Distrito Federal (-0,05%).

Publicação completa: Radar da Construção Civil – janeiro 2024

Pular para o conteúdo